sexta-feira, novembro 30, 2007

Espírito Natalino

Estava super na dúvida se comprava ou não uma árvore de Natal para o Guilherme, afinal por menor que seja a árvore o investimento é sempre significativo, além do que se eu comprar uma árvore muito pequena e baratinha corro um tremendo risco de querer comprar outra no ano que vem. Por outro lado acredito que é importante acreditar no espírito Natalino e quero que o Gui aprenda desde cedo o quanto é bom sentir toda esta energia mágica que envolve o Natal.

Conclusão, entrei no site das Lojas Americanas para dar uma sondada nos preços e acabei caindo em tentação, comprei nossa primeira árvore de Natal!!!! Também comprei alguns enfeites como bolas, laços e pingentes, ficam faltando apenas o colar de bolinhas dourado (só tinha prateado no site), as luzes brancas (temos alguns fios sobrando lá em Petrópolis) e a ponteira, mas agora podemos comprar o resto com mais calma e assim ir construindo a história de Natal da nossa família a cada enfeite que pendurarmos na tão simbólica árvore.

quinta-feira, novembro 29, 2007

Encontro da Hidrogestante

Sábado passado foi o encontro de final de ano do pessoal da hidrogestante e é claro eu e Gui marcamos presença. Estava lotado e nossa turma como sempre estava em peso, estavam presentes: Carla, Darci e Mateus; Cristine, Fabio e João Gabriel; Marcele e Camile; Luciene e Eloah; Andréia, Roberto e Pedro; Simone, Cláudio e Bárbara e já no fim da festa Rachel, Nilo e Nicole deram uma passadinha, Fábio também só apareceu para nos pegar no fim da festa, pois aproveitou para lavar o carro (coisas de homem, ninguém merece!). Foi muito gostoso matar a saudade de amigos tão queridos!

Aproveitamos o encontro para marcar um amigo oculto entre as mamães e outro entre os bebês. Estamos tentando nos comunicar também com quem não pode estar no evento, para reunir a turma toda desta vez.

segunda-feira, novembro 26, 2007

6 meses com baby Gui

Bastou piscarmos os olhos e meio ano já se passou, nosso pequeno já é um bebezão super esperto que já sabe o que quer!
Agora com 6 meses completos, baby Gui que está com 7850 kg e 65,5 cm, já senta sozinho com total firmeza e pode ficar assim por muito tempo, quando se cansa tomba o corpo para frente e se põe de bruços. Quando deitado de costas se vira com facilidade e gira como um ponteiro de relógio, mas ainda não consegue se locomover para frente, fica “nadando no ar” e depois de algum tempo se irrita por não conseguir sair do lugar.
Come papinha de legumes (batata, cenoura, abóbora, inhame, aipim, chuchu, beterraba, tomate) com caldinho de carne ou geminha de ovo, macarrão ou arroz e agora acaba de iniciar o caldinho de feijão, papinha ou suco de frutas (maçã, pêra, banana, mamão, abacate, laranja e tangerina) além de continuar no LM direto do peitinho da mamãe de manhã e à noite, com direito a uma mamadeira à tarde com o leite coletado no dia anterior.
Outras peripécias de nosso gostosão:
Gosta de chupar o dedão do pé e da mão (para desespero da mãe);
Fica em Pé quando auxiliado e pode ficar assim por alguns minutos, dá saltinhos de alegria dobrando e esticando os joelhos;
Dá muitos gritinhos e diverte com os sons que consegue emitir;
Sabe que nos agrada quando nos oferece um sorriso, portanto toda a vez que recebe um sorriso nos retribui com outro bem gostoso;
Joga os braços mostrando que quer ir para o colo de alguém.








sexta-feira, novembro 16, 2007

Passando rapidinho



Gente, depois que voltei a trabalhar estou ainda mais em falta com o blog, não estou encontrando tempo para postar nada! Prometo que agora que já estou ficando mais adaptada a esta nova realidade vou passar aqui mais vezes para dar notícias do pequeno. Por hora quero contar que estou conseguindo tirar cerca de 200ml de leite materno por dia, faço a ordenha logo após o almoço na salinha do pessoal do café (lá é ótimo pois tenho cadeira, tomada e até TV, tudo bem limpinho e tranqüilo para a retirada do leite), depois coloco no congelador até a hora de ir para casa, quando coloco o potinho em uma pequena bolsa térmica que agüenta bem até chegar em casa onde congelo para que no dia seguinte seja descongelado em banho maria. Gui toma a mamadeira numa boa e nem pensou em abandonar o peitão da mamãe.