quinta-feira, janeiro 28, 2010

O galo canta na testa de Guilherme

Ontem foi dia de mais um susto nesta família. Depois de voltar da escola, tomar banho e jantar, Guigui foi pegar um chocolate para a sobremesa, já que estávamos na casa da minha mãe. Voltou correndo pelo corredor, quando tropeçou e caiu batendo a cabeça com toda a força na quina do rack! A batida foi tão forte que o barulho oco da cabeça batendo invadiu toda a casa. Eu perdi o controle por um minuto e me desesperei, estava com medo de olhar o que tinha acontecido, só fiz pressionar o local com a mão. Quando me recompus, pude ver que a testa não chegou a abrir, mas um ovo roxo foi crescendo imediatamente no local.

Resolvi levá-lo ao hospital infantil para um avaliação médica, minha irmã estava em casa e me acompanhou e dirigiu o carro, Fabio nos encontrou direto no hospital. Fomos atendidos quase que imediatamente, pois traumas tem prioridade e são consideradas emergências com gravidade. Graças a Deus o médico examinou todos os reflexos, fez uma radiografia de crânio para certificar que está tudo bem e nos mandou para casa com algumas recomendações incluindo observá-lo por 72 horas.

Depois de mais este tombo por conta da crocs, aqui em casa ela vai para o lixo! Esta não foi a primeira queda que ele teve por conta deste sapato, minha irmã, meu pai e Fábio já tinham feito várias criticas ao calçado, mas como ele gosta e consegue calçar sozinho, acabei não dando ouvidos e agora me arrependo muito disso. Foi um acidente grave, que poderia ter tido consequências bem mais sérias.

Você já teve problemas com tropeços do seu filho por conta de algum sapato? Conhece a crocs? ela faz seu filho cair com mais frequência?

terça-feira, janeiro 26, 2010

Um susto pra lá de grande

Hoje pela manhã, levantei da cama troquei a fraldinha da Duda e deitamos juntas na minha cama para brincar um pouquinho, Gui acordou e veio fazer carinho na irmã e se deitou ao lado dela, como tem costume de fazer.

Gui tem ganhado minha confiança com todo o carinho que vem demonstrando pela irmã. Deixei os dois ali, deitadinhos namorando enquanto fui até a cozinha pegar uma caneca de leite. Quando olho para a porta, está Guilherme entrando na cozinha com a Duda no colo! Quase enfartei! Tive que manter o controle, pois se ele se assustasse poderia deixa-la cair, me ajoelhei calmamente na frente dele peguei a Duda e disse sem bronca “–Filho, não pode pegar ela no colo!” foi o suficiente para o meu fortão cair no choro. Ele viu que tinha feito algo muito errado quando olhou para mim, isso deixou o pequeno muito envergonhado e sentido.

Quando meu coração se acalmou, parei para conversar novamente com o menino. Expliquei que ele ainda é pequeno e que criança não pode pegar bebê no colo, pois é perigoso e ele pode deixa-la cair sem querer.

Agora que passou o susto, fica a cena na minha cabeça, mas juro, apesar de perigoso e assustador, foi lindo ver aquele garotinho de menos de um metro segurando a irmãzinha no colo, de frente, penduradinha por debaixo do braço com o rostinho para frente feliz da vida. Sei que foi um perigoso ato de amor e proteção de irmão mais velho.

De qualquer forma este foi um alerta, pois como sei bem, quem tem dois filhos não pode piscar os olhos, pois crianças são muito perigosas, mesmo quando não tem nenhuma intensão…

sexta-feira, janeiro 22, 2010

Irmãos lindos

Tem um tempinho que ando pensando em quanto estou com saudade de colocar aqui fotos do meu moreno gostosão, agora então que tia Fê fez este pedido nos comentários, não vou nem mesmo esperar o tempo me dar uma trégua para parar e redigir.

Ta aí o casal de irmãos mais lindo deste planeta!

DSC08938

DSC08943

DSC08940

Volto em breve, falando de como está a relação dos irmãos Laureano Bernardi…

Ah! Tô saindo para um passeio com a pequena, vamos encontrar com amigas de licença maternidade para fofocar e tomar um capucino. Agora me diz, esta vida é muito boa, não é mesmo?

quarta-feira, janeiro 20, 2010

Maternidade: o assunto da vez

A vida anda corrida ultimamente, me encontro as voltas com mamadas a cada 2 ou 3 horas, trocas de fralda, levar e buscar filho na escola além de outras mil coisas da rotina da casa. Tem sido uma maratona tentar estudar e escrever no tempo livre, mais difícil ainda é falar sobre algo diferente do que o assunto em que me encontro mergulhada, a maternidade.

A maternidade está na minha vida e na vida de muitos dos amigos que me cercam. Esta semana vivenciamos algo novo e de alguma forma inusitado. Nasceram os gêmeos da minha amiga Cristina.

Eu conheci a Cris fazendo hidrogestante durante gravidez do Gui, fomos percebendo a cada dia mais afinidades, nossos maridos se conheceram e também se tornaram amigos e hoje nossas famílias são inseparáveis! Lucas nasceu apenas um dia depois de Guilherme e nós saímos de uma maternidade direto para a outra para que os amigos de barriga pudessem se conhecer.

Dsc00230

Viajamos juntos nas primeiras férias das crianças e combinamos que engravidaríamos juntas nas férias seguintes!!! Quando me descobri gravida em março, apenas dois meses antes do combinado para as nossas férias. Já estava tudo certo, Cris e Marconi em breve estariam grávidos também. Dito e feito, eles viajaram de férias e voltaram devidamente grávidos, só que desta vez de gêmeos!!! Foi uma surpresa para todo mundo, afinal não existem casos de gêmeos na família. Eu juro, até este dia, eu nunca pude imaginar que isso poderia acontecer. Sabe quando as pessoas brincam olhando a barriga perguntando se é apenas um? Pois é, eu sempre respondi na brincadeira, como se gerar gêmeos fosse quase uma utopia.

Dsc02580

Dsc03038

Dsc02719 Férias no Sul do Brasil – Viagem maravilhosa, uma das mais agradáveis da minha vida!

DSC06921

DSC06926

DSC06928 Grávidas novamente…

Acho que ninguém faz ideia do que é ter filhos gêmeos, a começar pela gestação. A Cris ficou com uma barriga imensa, no final da gestação já não conseguia dormir e já estava quase pedindo  ao médico para intervir, mas ela aguentou até o final. Entrou em trabalho de parto na madrugada do último dia 13. Gabriel e Thiago chegaram na manhã seguinte pesando 3,500kg e 2,800kg, são os maiores gêmeos que eu já vi na vida! Agora, se a gravidez foi um perrengue, cuidar de dois bebês então é um mega super perrengão! Fui na maternidade na tarde seguinte, não apenas para visita-los mas para de alguma forma ajudar a minha amiga. Quando chegamos lá, os meninos estavam choromingando, só que o colostro não estava resolvendo e a Cris não queria que dessem mais LA para os meninos, não pensamos duas vezes, amamentei os dois! Na época em que Gui e Lucas mamaram, Gui mamaou muito no peito da Cristina, ela sempre teve muito leite e o meu era bem contadinho. Foi uma emoção enorme amamentar o Gabriel e o Thiago com o meu leite e o meu amor. Quando estamos amamentando, sentimos vontade de encher o mundo com este amor, pois amamentar é sim um ato de muito amor! Tiramos foto, mas com a máquina da Cris, que por motivos óbvios não teve a oportunidade de me enviar a tempo de posta-la aqui, mas prometo em breve mostrar aqui este momento lindo.

507gabriel_150110 Gabriel

507thiago_150110_0 Thiago

Se no hospital, onde eles tinham como recorrer ao pessoal do berçário estava complicado, imagina a confusão que não foi quando eles chegaram em casa e se viram sozinhos com 2 bebês e uma criança cheia de energia no auge dos seu dois anos e meio. Estava feita a confusão, os bebês choram em horários intercalados e querem mamar todo o tempo, não há mamilo que resista a toda esta pressão, mas vou deixar para falar com mais detalhes sobre amamentação em outro post, pois este é dedicado aos gêmeos.

Enfim, Gabriel e Thiago fazem uma semana hoje e eu tenho uma certeza, mesmo com toda esta confusão inicial, em breve a rotina se estabelecerá e o imenso amor de seus pais vai contornar todas as adversidades. Amigos queridos, estaremos aqui sempre para ajudar no que for preciso! Mais do que nunca, amamos muito esta família linda!

Beijos e até a semana que vem!

Lucia

terça-feira, janeiro 19, 2010

Menina Douradinha

Desde que furamos as orelhinhas da Duda que eu estou para fazer um post sobre isso, mas como vocês tem percebido, vida de mãe de licença maternidade não é mole – apesar de deliciosa – não consigo tempo para postar e nem para estudar como gostaria…. Enfim, enrolei mas vim registrar o acontecimento e deixar as minhas dicas.

Tudo começou no chá de bebê, quando Carol me perguntou se Duda já tinha brincos, eu respondi que ela tinha uma argolinha que foi minha, mas que com ela não conseguiríamos furar a orelha da pequena. Carol a presenteou com um par de brincos de bolinha, o primeiro que Maria Eduarda usaria em sua vida. Na Maternidade ela ganhou outro par de brincos, desta vez da Pri, que escolheu um modelinho de pérola igual ao da filha dela.

Depois veio o Natal e Dudinha ganhou de presente um monte de coisas lindas, para que ela esteja sempre bem douradinha. Vovô delfim deu uma pulseira de plaquinha com o nome dela e um par de brincos de brilhante para serem usados em uma ocasião especial, bisa Jupyra deu uma pulseira de bolinhas, Tia Verônica deu um cordão de ouro com pingente de santa Rita, bisa Rosária deu um par de brincos de borboletinhas e este fim de semana ela ganhou mais um presente, um par de brincos penduradinho, de nossa vizinha Ana Maria. Esta menina vai ser muito fashion!!!

Hoje em dia, muitas maternidades não permitem que se furem as orelhinhas e este foi o caso da Perinatal. Partimos então para um plano B e contratamos uma enfermeira especializada que veio em casa furar a orelhinha da pequena. No meu primeiro contato com a Susana, ela pediu que primeiro eu entrasse em contato com o meu pediatra para que ele autorizasse, pois alguns pediatras só liberam depois de 3 meses! Ainda bem que Dr. Paulo pegou leve e liberou. Duda estava com 14 dias quando Susana veio aqui e eu juro ela não sentiu nadinha! O mérito sem dúvida nenhuma foi todo da enfermeira que primeiro aplicou um anestésico, aguardou 30 minutos e só depois furou a orelhinha da pequenha com o próprio brinco, ela que estava dormindo, dormindo continuou. Um alívio para o coração de uma mãe que estava apertadinho…

DSC08466 DSC08467

 DSC08468DSC08469 DSC08471DSC08472 DSC08478 DSC08479

Para quem mora no Rio e quer a dica da enfermeira, o telefone da Susana é 99413542, eu aprovo!

sexta-feira, janeiro 15, 2010

Refluxo

DSC08900

Ontem fomos ao pediatra fazer a consulta de um mês da pequena. Na verdade quem nos atendeu foi a Dra. Gisele, que junto com o Dr. Mazilo, está cobrindo as férias do Dr. Paulo Perriceli, porsinal, eu adorei a pediatra!

Disse a ela que haviam duas coisas que me incomodavam na Duda e que eram sintomas que eu nunca cheguei a observar no irmão. A primeira coisa que relatei, foram os episódios de falta de ar e respiração ofegante que ela apresenta as vezes, expliquei e tentei imitar o som que ela emite, a médica retrucou perguntando se o som que ela emitia era como um apito e é exatamente isso, inclusive eu sempre me referia a este som que ela emite como apito. Ela diagnosticou como laringomalácia, que é como se houvesse uma membrana na laringe que causa a dificuldade na respiração em alguns momentos, mas isso vai desaparecer em poucos meses ou no máximo até dois anos de vida.

O segundo problema que relatei, foi que ela geme bastante, principalmente a noite, percebemos que ela está incomodada com alguma coisa, mas não chega a chorar, apenas se contorce e reclama. Ela perguntou se o nariz ficava com coriza e se ela golfava com frequência, também aproveitei para relatar os episódios de vômito que ela teve. Na mesma hora ela diagnosticou como refluxo! Eu sinceramente acho que acertou na mosca!

Já estamos administrando a medicação prescrita, que vai apenas amenizar os sintomas do refluxo e ela nos orientou a procurar o Dr. Paulo assim que ele voltar de férias para que ele avalie novamente.

Apesar destes pequenos probleminhas, Dudinha está muito bem de saúde e esta crescendo muito bem. Pesou 4,320 kg e mediu 51,5 cm, o que significa que ganhou mais 1,200 kg, já que apesar de ter nascido com 3,360 kg, em sua primeira consulta pediátrica com 5 dias de vida ela já pesava 3,100 kg. Quanto a altura ela ganhou 5,5 cm se nossa referência for a medida da maternidade, mas como confio mais na medida de 48 cm feita pelo pediatra, acredito que ela cresceu cerca de 3,5 cm. Já é uma meninona!!!

Uma questão discutida com a pediatra foi se devemos dar um ou dois peitos por mamada. Quando pesamos e vimos o quanto ela engordou bem, eu ainda enfatizei que dava apenas um peito por mamada e ela disse que eu deveria dar os dois. O Dr. Paulo também acha que devemos dar os dois peitos, mas ainda assim eu preferi seguir a dica da minha amiga Carol e oferecer apenas um peito por mamada. O que vocês pensam sobre este assunto? devemos oferecer um ou dois peitos por mamada? Como você faz? Vai, me conta!

Para não deixar este post em Preto e branco, seguem algumas fotos da minha Duda antes de sair para a consulta, detalhe para o modelito, que uma das milhares de heranças da Duda Rocha, filha da minha amiga Priscila.

DSC08902

DSC08897

DSC08904

terça-feira, janeiro 12, 2010

Recriando a louça para o primeiro mesversário de Duda

Os primeiros dias de um bebê são sempre cheios de emoção. É preciso se adaptar a nova presença em casa, reaprender a administrar o tempo que passa a ser interrompido a cada 3 horas por mamadas que levam cerca de 30 a 40 minutos, sem falar das trocas de fraldas, banhos e mil outros cuidados necessários que tomam o nosso dia de uma maneira única e maravilhosa! Eu adoro esta fase dos bebê pequenininhos!

No meu caso, além de tudo que envolve a rotina de recém nascido da Duda, tenho que me dividir para não descuidar e diminuir a atenção do Guilherme, que é um mocinho esperto e cheio de energia. Portanto além de tudo, é preciso guardar energia para brincar, desenhar e redobrar a paciência.  Graças a Deus Gui tem demonstrado um amor imenso pela irmã e quer beijá-la todo o tempo. Mesmo com todo este carinho, mantenho sempre meu olhos abertos, para conseguir dosar a força destes carinhos e beijinhos…

Apesar da intensa rotina, tento não deixar de fazer as coisas que me dão prazer e como na última segunda Dudinha completou um mês de vida fora do barrigão, era preciso comemorar, assim como fizemos a cada mês de vida do irmão. Eu quis dar o meu toque ao cuidar dos pequenos detalhes da nossa comemoração.

A primeira coisa a fazer era o bolo. Minha vovó querida, mesmo muito resfriada, fez questão de bater a massa do mini bolo e dos cupcakes, além é claro, de preparar o seu famoso recheio de brigadeiro. Com tudo pronto na tarde de domingo, fatiei, recheei e montei o mini bolo e dei um toque bem pessoal aos tabuleiros do bolo, colando tecido floral rosa e dando o acabamento com fita verde água.

DSC08863

No dia seguinte pela manhã, comecei a decoração dos bolinhos. Para os cupcakes, escolhi um modelo bem simples, forrado com pasta americana branca e decorado com uma florzinha feita com o cortador. O bolo, não ficou como eu queria, pois no desejo que ele ficasse mais gostoso coloquei muito recheio e não deu para deixá-lo bem retinho como gosto de fazer.  

DSC08811

DSC08813

Depois que acabei de decorar o bolo e os cupcakes, enquanto separava a louça para ser usada na mesa, tive a ideia de deixar tudo mais feminino, com cara de festa de menina. Peguei a minha caixa de fitas e escolhi duas para enfeitar minha louça. Em pouco mais de uma hora eu tinha enfeitado bule, açucareiro, xícaras, potinhos de petisco, vidros e tudo mais que estaria na nossa mesa. Eu achei que ficou tudo muito fofo!

DSC08873

DSC08874

DSC08877

DSC08868

DSC08869

DSC08871

DSC08883

DSC08884

Para comer, pedi a minha ajudante que fizesse uma receita de quiche de queijo que sempre faz o maior sucesso nas festas aqui de casa, comprei biscoitinhos na padaria para acompanhar o café, coloquei na mesa algumas jujubas para dar um colorido e estava pronta a nossa festa!

A pequena dormiu praticamente o tempo todo, não queria acordar nem para cantar o parabéns, mas depois da cantoria da galera acabou abrindo os olhinhos.

DSC08835

DSC08839

DSC08833

DSC08817

DSC08857

Espero que tenham gostado das ideias da festinha e tomara que dê para muitos de vocês repetir em casa! Beijos e até semana que vem!

sexta-feira, janeiro 08, 2010

Fotos Gestante 30 semanas - slideshow

O slideshow que a Beta Bernardo fez com as fotos das sessões que fizemos com 30 semanas já está disponível no blog dela. Sou suspeita para dizer, mas ficou a coisa mais linda do mundo! A Beta além de fotografar super bem, tem o dom para preparar este tipo de material como ninguém! Não é porquê é minha amiga não, mas para mim ela é a melhor!

Você ainda não viu o vídeo? Corre para assistir e depois me conta o que você achou!

quinta-feira, janeiro 07, 2010

Brotoejas

DSC08773 

Duda é muito mais branca do que o irmão, que por sua vez é morenaço. Confesso que torci muito para que ela viesse com a minha pele, mas tudo indica que teremos uma branquela sardenta na família Laureano Bernardi.

Com o calor que tem feito no Rio de Janeiro e com uma bebezinha de 27 dias em casa o inevitável aconteceu, Duda está cheia de brotoejas! Elas começaram a aparecer no dia 31 e na segunda o rostinho e a cabeça já estavam tomados pelas bolinhas e placas vermelhas. Coitadinha da minha pequena!

Liguei para o Dr. Paulo Perricelli, pediatra das crianças, ele prescreveu Amília 3 vezes ao dia - a Amília é um talco líquido da TheraSkin indicado para brotoejas, o melhor preço do produto é o da Farma Vita que vende a R$35,00 - , muitos banhos e ar condicionado o máximo possível, haja dinheiro para pagar a conta de luz no fim do mês!

Verdade seja dita, em 24h de ar condicionado e algumas aplicações da Amília, as brotoejas diminuíram em uns 50%, achei uma ótima resposta ao tratamento.

Atendendo a pedidos, vou colorir este post com algumas fotinhos que fiz da pequena a poucos minutos. Apesar de bem melhor ainda com algumas bolinhas e placas vermelhas no rostinho.

DSC08780

DSC08781 

DSC08775

DSC08778

Queria aproveitar para pedir um socorro, a 3 dias que não consigo visualizar meu próprio blog, recebo um mensagem dizendo que o navegador não está encontrando o domínio www.lucialaureano.com, só que muitos leitores estão visualizando e comentando normalmente, não sei o que pode estar acontecendo. Este problema já aconteceu com você? Tem tido dificuldades para acessar o blog? Help me!

terça-feira, janeiro 05, 2010

Doando Leite Materno

DSC08771

Desde que meu leite desceu que percebi que o volume estava bem maior do que o que tive durante o aleitamento do Guilherme, o motivo é bem óbvio para mim, afinal daquela vez já saí da maternidade de dieta e passei a primeira semana apenas com sopa de legumes. Eu não acreditava que uma dieta de baixa caloria poderia interferir tanto na produção de leite de uma pessoa.

Comecei a ver que acumulava muito leite nas conchas durante as mamadas e resolvi passar a esterilizá-las antes de cada mamada para poder armazenar esta sobra em caso de necessidade. Em dois dias já tinha guardado 3 mamadeiras com 150ml cada! Vi que era preciso doar. Passei uma semana ligando para todos os 20 bancos de leite cadastrados pelo site da fio cruz, mas nenhum deles se disponibilizava a buscar o leite em casa. Depois de muitas ligações e alguma frustração, descobri que o Instituto Fernandes Figueira faz este trabalho de cadastramento de doadores e recolhimento do leite materno na residência da doadora.

Me cadastrei, enviei os meus exames e hoje, pela primeira vez eles passaram aqui para buscar o meu leite, que graças a Deus terá um destino nobre e vai alimentar muitos bebezinhos que precisam dele.

Para quem  tem interesse em doar leite materno, o procedimento para a coleta e armazenamento deve ser feito da seguinte forma:

1- Esterilizar vidros com tampa de rosca (como os de maionese)

2- Coletar o leite de maneira estéril, com as mãos lavadas e equipamentos limpos e esterilizados.

3 – Congelar o leite imediatamente. O leite pode ser depositado no mesmo frasco a cada mamada, desde que sempre congelando o leite retirado imediatamente.

4- Etiquete o vidro com a data do primeiro leite coletado

5 – O leite pode ficar congelado por até 15 dias.

Para quem estiver interessado em doar leite materno, o telefone do Instituto Fernandes Figueira é 0800-268877. Não dá muito trabalho e faz um bem imenso para quem precisa!