terça-feira, janeiro 19, 2010

Menina Douradinha

Desde que furamos as orelhinhas da Duda que eu estou para fazer um post sobre isso, mas como vocês tem percebido, vida de mãe de licença maternidade não é mole – apesar de deliciosa – não consigo tempo para postar e nem para estudar como gostaria…. Enfim, enrolei mas vim registrar o acontecimento e deixar as minhas dicas.

Tudo começou no chá de bebê, quando Carol me perguntou se Duda já tinha brincos, eu respondi que ela tinha uma argolinha que foi minha, mas que com ela não conseguiríamos furar a orelha da pequena. Carol a presenteou com um par de brincos de bolinha, o primeiro que Maria Eduarda usaria em sua vida. Na Maternidade ela ganhou outro par de brincos, desta vez da Pri, que escolheu um modelinho de pérola igual ao da filha dela.

Depois veio o Natal e Dudinha ganhou de presente um monte de coisas lindas, para que ela esteja sempre bem douradinha. Vovô delfim deu uma pulseira de plaquinha com o nome dela e um par de brincos de brilhante para serem usados em uma ocasião especial, bisa Jupyra deu uma pulseira de bolinhas, Tia Verônica deu um cordão de ouro com pingente de santa Rita, bisa Rosária deu um par de brincos de borboletinhas e este fim de semana ela ganhou mais um presente, um par de brincos penduradinho, de nossa vizinha Ana Maria. Esta menina vai ser muito fashion!!!

Hoje em dia, muitas maternidades não permitem que se furem as orelhinhas e este foi o caso da Perinatal. Partimos então para um plano B e contratamos uma enfermeira especializada que veio em casa furar a orelhinha da pequena. No meu primeiro contato com a Susana, ela pediu que primeiro eu entrasse em contato com o meu pediatra para que ele autorizasse, pois alguns pediatras só liberam depois de 3 meses! Ainda bem que Dr. Paulo pegou leve e liberou. Duda estava com 14 dias quando Susana veio aqui e eu juro ela não sentiu nadinha! O mérito sem dúvida nenhuma foi todo da enfermeira que primeiro aplicou um anestésico, aguardou 30 minutos e só depois furou a orelhinha da pequenha com o próprio brinco, ela que estava dormindo, dormindo continuou. Um alívio para o coração de uma mãe que estava apertadinho…

DSC08466 DSC08467

 DSC08468DSC08469 DSC08471DSC08472 DSC08478 DSC08479

Para quem mora no Rio e quer a dica da enfermeira, o telefone da Susana é 99413542, eu aprovo!

15 comentários:

Roberta Mollica disse...

Lucia, boa dica! Furei a orelha da Helena com 3 semanas (o pediatra na época pediu para esperar uns 20 dias de vida). Só que a enfermeira que foi lá em casa não passou anestésico não (pelo menos não me lembro...). Foi só alcool e o brinco para furar. Ela chorou MUITO! E eu chorei junto! Lembro de ter amamentado ela logo em seguida para que se acalmasse... Se tiver outra filha, vou chamar essa sua enfermeira!

Até hoje tenho dificuldade para trocar os brincos dela. Ela detesta e reclama! Faço sempre após o banho que a orelha fica mais mole... Mas eu normalmente troco de brinco a cada mês. Afinal, essas meninas já nascem cheias de brincos e temos que usar todos! bjs!

Sincera D+ disse...

Ai ainda não sou mãe e só de pensar já doi em mim esse negocio de furar orelha rsrs, acho que esse negocio de anestésico com certeza vale a pena pro bebe e pro coração da mãe que deve sair pela garganta, muito boa e valida dica lucia, bjim.

Fab's e Luana disse...

Olá Lucia! Que linda essa menininha douradinha! E quanta jóia hein?! Mamãe agradece né?! A orelinha da Luana furamos na farmacia, ela estava com 1 mês, hoje em dia não pode mais furar orelha de bebê em farmacia, mas na cidade onde mora nossa família pode, então como estávamos passeando por lá, furamos, a minha irmã que segurou ela, ainda bem que não chorou muito, gostaria muito que tivesse sido com uma enfermeira, acredito que dói menos ou quase nada, mas infelizmente não conheci nenhuma que me passase confiança... Beijinhos

Rafaela disse...

Uma fofa essa sua gatinha, ainda mais de brinco, rs.

Bjus

Flavia Bernardo disse...

Caramba, Maria Eduarda tem mais ouro em 1 mês de vida que eu tenho em 30 anos! Inshala!!! heheheh

Essa é a maravilha de ter menina né? Poder enfeitar bastante! Acho muito legal isso.
Ela tava linda com as pulserinhas, brinco e cordão qdo a vi! Super charmosa!

E que bom que a furação não foi sofrida, né? Eu tb sou a favor de furar o quanto antes pois dizem que qto mais demorar mais dolorido é. Não sei se é verdade, mas eu não esperaria mto tb não.
Salve o anestésico. Essas pequenas já começam a sofrer por conta da vaidade desde cedo né? Daqui a alguns anos será a vez das depilações. E aí, não tem anestésico..snif, snif!!!

Beijosss!

Uma Mulher de Fases disse...

Oi Lúcia, voltei ao blog!
Eu como você tive primeiro um menino, então quando a Rapha chegou, o que eu mais queria era encher de laços, fitas e é claro, por os brincos!
A Raphaela eu levei na farmácia que vou há anos, e o farmacêutico quem furou, passou uma pomada na orelhinha dela e tudo correu bem, ela fez umas caretinhas, resmungou e no final deu tudo certo!
Sua bebê está linda demais, parabéns!! Beijos

Priscila disse...

A Suzana é ótima, né? A Duda também não sentiu nada! Foi ótimo vc ter colocado o telefone dela no blog. Eu já estava igual uma doida procurando o telefone dela nos meus papeizinhos pra outra pessoa. Agora já sei sempre onde achar, fácil!
Bjs.

Beta Bernardo disse...

Minha afilhadinha é muito chic, inshala!!!!
Ela tá fofa de acessórios dourados!
Mas ela vem de uma familia feminina, de mulheres vaidosas e fortes, não fugirá à regra jamais! A dinda de consagração aqui ajuda à enfeitar tb! Adoooro brincar de boneca! rs.
Bjks pra vcs

Rosi disse...

Lúcia
Bem que vc falou que era meio perua, a filhota será igualzinha, rsss.
Dudinha tá linda de brincos e pulseiras. Fofa demais.
Um beijo e ótimo dia.

Malu disse...

Lucia, eu furei a da Marcella com 2 meses acho, depois da anti-tetânica. Ela chorou pouco mas eu chorei muito ! ahahahhahahaha

Sua filhotinha tá linda !

Um beijo

Álefe Souza disse...

Menina, ela nem acordou!! Que bom!! Ficou linda de brinquinho! bjs

Gisele Fragozo disse...

Meninas são mesmo um charme com seus mini brinquinhos!!! Aqui tb furei com 1 mês, a enfermeira mandou passar uma pomadinha anestésica de 20 em 20 min uma hora antes dela chegar e furou um lado com ela dormindo e o outro com ela no peito, sem dor nem sangue, com o próprio brinco. Confesso que fiquei meio com medo de trocar e demorei um pouco aí na vez seguinte tinha formado uma massinha meio durinha e saiu um pouquinho de sangue... minha dica é trocar sempre o brinquinho e passar álcool. Com ela maiorzinha ficava meio difícil e só dava prá trocar dormindo (às vezes ela acordava e ficava com um brinco de cada rsrsrs), mas agora ela já entende e fica quietinha! E sabe qual é o melhor dos mini brinquinhos (que ninguém nos ouça), dá prá pegar emprestado para o meu segundo furo!!!
Beijinhos para a gatinha douradinha!!!

Anônimo disse...

Lu,

Estou sentindo falta da fotinho da Duda com seu apaixonado irmão.

Beijos
Fe

Ana Carolina Peixoto disse...

Querida, amei o post! Mas vê-la pessoalmente com o brinquinho que eu dei... foi realmente muito gostoso!
Bjs,
carol

Ana Carolina Peixoto disse...

Apesar da Stephani ser contra furar a orelha do bebê, eu furei a da Malu com ainda na maternidade. Ela chorou, mas logo passou. Acho que quanto mais velha, mais a criança sente dor.

bjs