sexta-feira, maio 13, 2011

Uma historinha por dia

De um tempo pra cá, como Guilherme e Duda tem profunda dificulda de de pegar no sono, estamos tentando fazer a experiência de toda a noite nos deitar na minha cama, apagar as luzes e a TV para contra histórias.

Só que eu sou chata com certas coisas, gosto de histórias “politicamente corretas”, detesto esta coisa de mãe que morre, madrasta má, bruxa perversa e ratão aproveitador que morre ao cair na panela de feijão. Me fala tem algo mais bizarro que isso?
Eu passei a minha infância morrendo de medo de perder minha mãe, sei lá o porquê, afinal isso graças a Deus nunca passou nem perto de mim, mas acredito que era uma total influência dos contos de fadas.

Detesto esta coisa de balar de bicho papão que ta no telhado, de Cuca que vem pegar! Quero para os sonhos dos meus filhos o céu mais azul, as flores mais coloridas! Quero que para adormecer eles pensem em coisas lindas, em famílias unidas e amigos sempre por perto! Quero ao chamar o sono lembrem, do quanto os bichinhos podem ser nossos companheiros e de quanto é gostoso estudar e aprender!

Enfim, precisava inventar minhas próprias histórias! Isso pode até parecer fácil para alguns, mas pra mim tem sido uma tarefa bem difícil. Já criamos históras de dragões fofos, de formigas que estão aprendendo a ler e de jacarés que tem muitos amigos na floresta, mas eu confesso, minha criatividade anda rarefeita!

Foi quando através de um comentário lá no Criative-se, conheci um blog muito bacana que gostaria de dividir com vocês, o nome é “Uma historinha por dia” , lá a Eneida, ou Dadá para os íntimos escreve uma história por dia para você ler com seus filhos. O mais bacana, é que a Eneida assim como eu sempre escreve histórias felizes, mesmo quando tem um final inusitado!

Hoje eu estou levando pra casa a historia da escola do fundo do mar, é ela que vai estimular os sonhos doa meus pequenos... Que tal escolher uma para ler com seus filhos também?! Lá em casa está dando super certo!

6 comentários:

Alethéa disse...

Que bacana, adorei a dica!

Eu tb procuro não contar as tradicionais estorinhas que apavoram as crianças.

Uma das lembranças mais vivas que tenho da minha infância é do medo que eu tinha da música "O Cravo brigou com a Rosa". Minha mãe se chama Rosa e na musiquinha a rosa fica despedaçada...

Credo, né?

Abraços!

trecos e apetrechos da Fran disse...

ótima dica!!!!
Também não gosto dessas histórias que contavam para nós quando criança...
Já vou la conhecer o blog dela.
Um ótimo final de semana.
BJS

Karina Rezende disse...

AMEI a idéia!!!!
Vou adotar aqui com certeza!!!!


www.krezende.blogspot.com

Anônimo disse...

Oi Lucia,
Gostei da dica, vou conferir.
Bjs
Nania

Aline mamãe do Yuri disse...

Adorei a dica e ja estou seguindo.

beijos
Aline mamãe do Yuri

Márcia Pimentel disse...

Adorei a dica! Eu raramente conto para a Clara histórias clássicas, pois nunca me lembro totalmente da história, sempre gostei de contar histórias para meus sobrinhos e agora para a Calra. Temos até 2 personagens que sempre conto e as histórias tem sempre continuação!
Já coloquei nos meus favoritos o blog de histórias!
Obrigada por compartilhar!