quinta-feira, junho 02, 2011

Um pouco de Duda pra vocês...



Eu ando numa fase Guilherme da vida. Acredito que passamos por fases, onde em umas somos mais chegados a um filho e em outras, as afinidades estão maiores com o outro. De repente, me dei conta que os meus últimos 5 ou 6 post falam ou retratam o meu menino de chocolate! Acho que o aniversário dele nos deixou mais unidos este mês.

Como a culpa de mãe bateu em minha porta, resolvi parar tudo o que estava fazendo para escrever um pouco sobre a minha pequena careca.

Duda está começando a ficar mais cabeludinha, já tem alguns fios mais compridos no topo da cabeça e agora eu já posso amarrar um “pitó” – como diz a minha avó Jupyra – no topo da cabeça. No início ela arrancava os laços e preferia mastigá-los, mas agora ela já está entendemos que é na cabeça que ele deve ficar.

Vai para escola toda faceira, puxando sua mochila de rodinhas e cantarolando pela rua com a Tina, dizem que é um sucesso! Passa pelo segurança e bate na mão dele – como faz o irmão todos os dias desde que começou a estudar – e segue seu caminho.

Ela está cada dia mais esperta, mas em contrapartida mais voluntariosa também. Não pode ser contrariada, que grita, esperneia e se bobear, se joga no chão. Se rolar disputa de brinquedo com o irmão, briga de igual pra igual! Eu, não em meto, fico só supervisionando, para que os dois aprendam a conviver e resolver os problemas sozinhos.

A preguiça impera! Até agora as únicas palavrinhas que ela realmente fala são: Mama e Papa, o resto acho que é mais ilusão nossa de que ela está começando a falar do que qualquer outra coisa. Agora entender, ela entende tudo! Me puxa pelo braço e sai apontando e chorando até conseguir o que quer. Danadinha!

Continua mamando no peito e é bem viciadinha. Muito mais do que o irmão que a esta altura, já não mamava mais. Durante a semana, assim que eu chego do trabalho, se não parar para amamentá-la, começa o rami rami. Depois, quando já está sonelenta, pega a minha camisola e entrega na minha mão para que eu coloque, depois me puxa pelo dedo e me leva até o sofá da sala, onde costumo dar o último mamá. Na hora de dormir aceita bem a chupetinha, mas uma vez ou outra chora na madrugada e pede o peito.

Para ilustra este post, deixo aqui algumas fotos que fizemos em nossa última estada no Fazenda Gamela, meu atual lugar predileto para feriados e afins...







9 comentários:

Márcia Pimentel disse...

Que linda a Duda! A Clara, minha filha, agora com 3 anos demorou bastante para falar. Foi bem preguiçosa!
Que lindo o lugar!

Dadá disse...

Ela está LINDA!!!!!!!

Beijos

Rênia disse...

como cresce rápido esta moçinha!

B. disse...

uma delicinha!!
cara do irmão!
aproveita a preguiça e faz a poupança pra pagar as apostas de mais tarde: aposto dez reais que você não consegue ficar calada até chegar em casa!!! rsrsrsrs
talvez a poupança nem tenha que ser grande - elas não conseguem muito tempo mesmo!!! Juju que o diga!
beijos, amiga! sem culpa, viu?!

Flavia Bernardo disse...

Que linda tá a Duda!!
Depois fala mais sobre o Gamela!! Adoro posts de viagens!

bjks
Flavia

Thiago minha Vida disse...

Dudinha tá muito linda Lú....Ela realmente tem uma carinha de quem sabe o que quer...
Bjos

Alethéa disse...

Ela tá uma fofa!

Abraços!

Vivi Nog disse...

Muito linda a Dudinha...
Os caçulas são terríveis. Eu tenho o Nicolas de 4 anos e a Giovanna de 2, ela não é mole não! Mas logo logo começa a falar... e vai falar pelos cotovelos. Com a Gigi foi a mesma coisa até porque a referência que eu tinha era o Nicolas que logo cedo começou a tagarelar!rs
Sempre leios seus posts, muito 10. Depois passa no blog, tô começando e me inspiro em vcs.
Bj
Vivi

Vestidos de festa infantil disse...

Oi Lu.

A duda está linda! E o cabelinho crescendo ne...rs
Bjs
Ana