terça-feira, junho 30, 2009

Ganho de peso na gestação

Eu sei que para muitas pessoas o ganho de peso na gestação é uma coisa que rola de maneira natural, umas ganham um pouquinho mais, outras um pouquinho menos, mas na grande maioria fica ali entre os 12 kg e os 15 kg no máximo.

Comigo infelizmente a coisa não rola exatamente desta maneira. Na gravidez do Guilherme eu ganhei um total de 25 kg, fui para a maternidade pesando 83kg e antes disso meu peso era 58 kg! Na verdade nem tenho muito do que reclamar, afinal em 6 meses eu já tinha voltado aos 60 kg, depois estabilizei em 61,5 kg. Só vim a dar uma relaxada pouco antes de me descobrir grávida pela segunda vez – acho até que foi um pouco de inchaço dos hormônios mesmo.

Na verdade antes da primeira gravidez eu tomava inibidores de apetite, fiz uso deste tipo de medicação por mais de 10 anos, só parei quando quis mesmo engravidar. Estava na cara que haveria um efeito rebote, eu não tinha dúvida disso. Para a minha sorte apesar de muito pesada eu fiquei bem bonita mesmo com tanto peso extra e isso me fez muito bem, pois de alguma forma me trouxe uma aceitação maior do meu corpo e do meu estado.

Minha cabeça estava bem preparada e eu sabia que passaria por maus bocados depois do parto e sabia claramente que não poderia fazer nenhuma das dietas loucas que estava acostumada pois estaria amamentando. Mais uma vez eu superei a minha expectativa e fiquei super bem comigo mesma depois do parto, apesar de muito fora de forma.

Cerca de 30 dias depois do parto procurei uma nutricionista para me orientar em uma reeducação alimentar e voltei para a academia, no programa de pós parto da Renata Trevic. A perda de peso foi lenta mas gradativa, a dieta em menos de um mês deixou de ser uma coisa penosa e sim um habito melhor. Juto a todo o meu esforço havia a amamentação, que sem dúvida alguma ajudou muito no processo – Amamentei o Gui até 1 ano e 3 meses.

Conclusão logo depois que voltei a trabalhar já estava em forma, perdi o peso todo sem nenhuma medicação, de forma super saudável e principalmente sem nem sentir. Estabilizei e aceitei um peso próprio para o meu tipo físico que é próximo aos 60 kg, peso este que eu não aceitava antes da gestação e vivia almejando os tão sonhados 55 kg.

Como estava reeducada, não engordava mais do que 1,5kg e quando isso acontecia, eu logo perdia o peso ganho. Só vim a ganhar um pouquinho depois que desmamei e logo estacionei novamente. Isso me fazia acreditar que em uma próxima gestação eu não engordaria como da outra vez...

Fiquei grávida em uma das minhas fazes de peso extra, minha primeira pesagem acusou 63,5 kg, achei muito, mas não encarei isso de maneira ruim, afinal fica mais fácil de chegar ao fim com um ganho de apenas 12 kg. Depois de uns 45 dias de gestação voltei ao consultório para a minha segunda consulta pré-natal, depois de muitos enjôos (sem vômito) e para a minha total surpresa, não é que a balança acusou 700 g a menos que da primeira vez! Ali tive certeza que desta vez tudo ia ser diferente! Mais 45 dias passaram – não reparem a distância de 45 dias entre as consultas, mas é que meu médico agora esta na Perinatal da Barra e eu ando empurrando as consultas com a barriga, literalmente – e eu, diferente da outra vez que me pesava todos os santos dias, só fui me pesar na véspera da consulta, quando olhei a balança quase morri, mais de 3 kg ganhos! Derrota total! Tudo bem que eu estava contando vitória antes do tempo e dei uma relaxada, mas meu almoço é salada pelo menos umas 4 vezes na semana! Não posso considerar que botei o pé na jaca...

Meu médico até que foi legal comigo e não chegou a me dar uma bronca, mas deu aquela sacaneada básica bem ao estilo dele. Disse que minhas bochechas não negam meu ganho de peso, o que é uma tremenda verdade... De qualquer forma ele considera que a segunda pesagem pode ter sido falha e o peso recuperado após os enjôos sempre volta rápido. Para o próximo mês tenho que ganhar menos de 1 kg, se eu atingir o meu objetivo estou perdoada!

O primeiro passo é marcar a consulta em 30 dias para não perder a referência exata do tempo, além disso, vou escolher um dia da semana para fazer um acompanhamento semanal em casa. Também estou pensando em procurar um endócrino ou uma nutricionista para fazer o acompanhamento do ganho de peso, acho que isso pode ser valido. No mais segundo a orientação do próprio Dr. Renato (meu obstetra) cortei ao máximo os carboidratos (difícil para mim) e principalmente os doces (mais difícil ainda) e vamos ver no que vai dar... Acho que ainda há esperança, ao menos gostaria de não atingir a segunda dezena desta vez...

Agora me conta a sua história! Como foi seu histórico de ganho de peso na gestação? Para você foi molinho não engordar ou teve que se controlar a gravidez inteira? Meteu o pé na jaca ou foi apenas moderada? Me conta vai!

14 comentários:

Aline mamãe do Yuri disse...

Quando eu fiquei grávida esta com 31 anos, logo de inicio fiquei preocupada com o peso de engordar muito e depois não conseguir voltar, ate por que depois dos 30 tudo muda. Então fui para a nutricionista fazer o acompanhamento, e foi muito tranquilo no dia que eu ganhei o Yuri me pesei e tinha engordado 13 kilos, e depois perdi com facilidade. Imagina tambem, eu vim de Petropolis para o Rio os 9 meses no onibus, se tivesse engordado muito iria ficar dificil encarar isso.

beijos

Aline

Isabel disse...

Eu na primeira gravidez engordei 22 kilos, e na segunda 13 kilos...mas o que contou mesmo comigo, foi que na primeira gravidez eu estava com 25 anos e um peso super baixo e na segunda estava com 35 anos e estava acima do peso qdo engravidei e no final da gravidez tive probleminhas..
Mas vc Lucia tenho certeza que não passará por isso, vc é muito esforçada e dedicada..vai superar isso..Bjoss

Raquel, Emerson e JP disse...

Oi Lúcia, na gravidez eu engordei 14 kilos, mas eu engravidei numa fase mais "gordinha", estava com 52 kilos, tenho 1.58 de altura, esse peso já é o meu limite, pois eu tenho o rosto largo, quadril largo, tudo largo...então logo fico com cara de gordinha. Pois bem, assim que João Pedro nasceu, eu perdi muito peso, chegando a pesar 49 kilos !!! ele mamava demais !!! permaneci nesse peso até quando desmamei ele, com 1 ano e 6 meses, desde então só tenho engordado, engordado e engordado...estou pesando 58 kilos, com uma "pança" enorme, rosto largo e o quadril, nem se fala. Meus terninhos não cabem mais em mim, minhas calças jeans tb não, enfim, estou quase sem roupa. Preciso de uma dieta urgente pra perder pelo menos 4 ou 5 kilos. O meu grande problema é com doces, sou uma formiguinha.
Depois me passa o nome dos inibidores de apetite que vc tomava !
Saúde pra vc e pra essa bonequinha q está a caminho.
Grande beijo.
Raquel

Simone - Mariana minha flôr disse...

Quando fiquei grávida já tinha 35 anos, estava um pouco fora de peso e fui à nutricionista e perdi 4 kls. aí descobri que estava grávida, rsrsrs, com 4 meses de gravidez descobri que stava com pedra na visícula, tive fortes crises, terrível, como não podia comer certas coisas pra me proteger e proteger o nenem, se abusasse ia ter que me submeter a cirurgia e poderia perder o nenem, fui obrigada a me educar e engordei apenas 9 kls , uma semana depois que a Mariana nasceu eu já tinha perdido todo peso da gravidez, amamentei ela até os 8 meses, passados mais 4 meses comecei a relaxar na alimentação e voltei a ter crises de visícula, tive que tirar ela com urgência, à partir daí engordei novamente, estou pesando 64 kls., preciso emagrecer um pouco pois tenho só 1.60 mt.
De certa forma meu problema me ajudou a não engordar muito.
Beijos e boa sorte.

Marsella disse...

Oi Lu, na minha primeira gravidez eu tinha 30 anos e engordei 14 kgs, e emagreci super fácil, em 1 mês tinha perdido 12 kgs, daí com 3 meses eu entrei na academia e rapidinho perdi tudo. na segunda Gravidez, no ano passado, eu engordei 13 kgs, e em 7 dias perdi 7 kgs e, em 1 mês, os mesmos 11 kgs. Entretanto, a já tinha perdido 11 kgs. Na segunda gravidez é mais difícil de voltar a malhar pois vc tem 2 para cuidar, ou seja quando o bb dorme, vc quer ficar com o outro, daí só voltei a malhar quando Matheus completou 5 meses, mas já tinha perdido todo o meu peso extra só estava flácida. Mas, uma coisa me fez voltar ao peso rápido, eu comecei a caminhar e depois correr, daí dei uma secada com mais rapidez. Agora, eu sou magra e nunca tive problema com a balança, e engravidei abaixo do peso. Eu como de tudo!! Mas, aconselho a todo mundo q tenha pouco tempo, q dê uma caminhada básica ou uma corrida. vale muito a pena! bjs

Ana Carolina Peixoto disse...

Amiga, a tendência que a pessoa tem para engordar conta muito. A vida inteira controlei meu peso. Procurava me manter numa dietinha durante a semana para curtir algumas saídinhas nos fds. Eu engravidei com 33 anos e estava pesando 55 kg. Nos 3 primeiros meses, senti muita fome e muito sono. Chegava em casa as 18hs, batia um prato de comida e ia dormir. Depois regularizou. Mas tinha que comer de 3 em 3 horas senão ficava muito enjoada. Então, optava, por frutas, iogurtes... coisas mais nutritivas e menos caloricas. Nunca fui de devorar uma lasanha ou uma torta. Sempre fui comedida! A introdução na refeição de arroz e feijão e a exclusão dos produtos light/zero... tb ajudaram a ganhar peso. Mas tinha uma mania... Precisava de um docinho depois da refeição. Um sonho de valsa, um alpino, algo pequeno, mas que matasse a vontade do doce. Bom, mesmo controlando ganhei 21600g. Saí do hospital com menos 7 kg. Depois perdi mais 7 kg. A Malu era muito gulosa e mamava muito ráido (5 minutos). Se ela fosse mais preguiçosa... do tipo que fica no peito 30/40 minutos, eu teria emagrecido mais. Malhei durante a licença 3 vezes na semana e consegui emagrecer mais 2 kg! Mas quando voltei para trabalhar, sai da academia e engordei esses 2 kg de novo. Bom, posso dizer que esses 7 kg restantes estão bem difícis de perder. Os hormônios tb contam muito. Hoje, a Malu está com 1 aninho, eu malho 1 horinha 3 vezes na semana e ainda faltam 5 kg. Nossa quase um desabafo!Não tem jeito... Quando a gente fala sobre engordar, temos que falar sobre emagrecer. Acho que quanto mais velha, mas difícil fica para emagrecer. Então, é bom segurar a boca. Boa notícia: dizem que na segunda gravidez se engorda menos!
Boa sorte,
Carol

anna paula mãe do Gui disse...

Lúcia, quando engravidei do meu Gui eu engordei 6,5 kg, mas já fazia acompanhamento na nutricionista e tinha 2 refeições livres por semana para comer o que eu quisesse, em 15 dias já tava normal, flácia, porém com o peso normal. E olha que o Gui nasceu com 3,5 kg de parto normal hein! Agora nesta gravidez, estou com 2 meses ainda e " emagreci" 100 gramas. Acho que vou pelo mesmo ritmo. Ah! Na outra gravidez tambem eu me exercitei muito: hidro, bike ergometrica e musculação até o 8 mês!

Boa sorte aí! Beijos

Priscila disse...

Oi, Lu!!
Eu engravidei do Gui com 58 kg, um pouco acima do meu desejado (55 kg, já atingidos após 3 meses de vigilantes do peso), 1 ano antes de engravidar. Assim que fiquei grávida desenvolvi uma implicância com tudo que era verde! Eu que só passava a semana a salada, mudei completamente a alimentação. Só queria saber de massa, pão... Mas em pouca quantidade. Acho que por isso não engordei tanto: 12 kg. Achei que estava muito bem, até sofrer um bocado pra perder tudo. Depois que o Gui nasceu, amamentei exclusivamente só até 1 mês e meio, quando, mal informada pelo pediatra da época, comecei a introduzir na alimentação, sucos e papinhas, apesar do ganho de peso dele apenas com o leite materno estar normal. Quatro meses depois, eu tinha perdido 8 kg e ainda restavam 4 kg. Fiz dieta e nada... O Gui nessa época não mamava mais. Fui enrolando nos 60, 61 kg até o Gui estar com 1 ano e meio, quando engravidei de novo. Com 3 meses de gestação, estava com 65 kg e perdi o bebê. Depois do trauma e uma leve depressão, cheguei a 66 kg!! Até que resolvi mudar. Comecei a tomar sibutramina. Tomei por dois meses e emagreci uns 4 quilos bem rápido. Como achei que podia seguir sem o medicamento, parei de tomá-lo e continuei a emagrecer de uma forma mais saudável. Cheguei a 58 kg! estava me sentindo super bem. Consegui manter o peso por quase um ano. Quando decidi engravidar de novo, bateu uma ansiedade... E ansiosa, só consigo comer!! Engordei 4 kg em um mês. ou seja, engravidei da Duda com 62 kg. A alimentação era quase a mesma da primeira gestação, mas acho que comi mais doces. Pensei que chegaria a uns 14, 15, porque o ganho de peso estava mais acelerado. No entanto, nos dois últimos meses acho que engordei um quilo, porque estava correndo com os preparativos pra festa de 3 anos do Gui. Assim, ganhei ao todo 12 kg de novo (mas não podia esquecer que tinha engravidado com 4 kg a mais). hoje, um mês após o parto, perdi 8,3 kg. Nessa mesma época, após o nascimento do Gui, tinha perdido só 5. Tenho comido de tudo, mas exagerado na salada no almoço. Tenho tentado comer bastante fruta, mas ainda não me livrei do vício dos doces. Vou tentar começar a caminhar pelo menos umas três vezes na semana daqui a umas duas a três semanas quando a Duda já puder sair de casa.
Amiga, com o Gui por perto, vc vai ver que gastar mais energia e o ganho de peso vai ser menor. Mas não se prive de nada!!!! Depois a gente corre atrás (literalmente).
Bjs!
Pri

Retrato de Mulher disse...

Engordei 27 Kilos... doidera !
No final da gravidez eu já não aguentava mais tanto peso pois sou miudinha e a barriga mais o peso extra no corpo me faziam ficar demasiadamente cansada.
Eu engordei 27 kilos rsrsrs que exagero né ?! Eu pesava 45 kilos no inicio da gravidez e terminei com 72 affe !
O meu maior problema é que eu era fumante, e parei de fumar assim que descobri a gravidez, com isso já existe um ganho de peso natural. O bom é que em 3 meses eu já estava novamente com o peso restabelecido.
Hoje sou uma ex-fumante graças a Deus e a gravidez, e meu peso é 49 kilos.

Beijos e boa Sorte !

Rafa Schwan disse...

Amiga...
infelizmente ainda não posso responder a pergunta deste post, mas todas nós sabemos como é dificil manter o peso independente da gravidez! O importante é que essa preocupação na seja só estética, mas sim preocupação com a saude!!!
Estou com saudades!!!
Beijinhoss
Rafa

Quel disse...

Miga,

Ganho de peso na gravidez, é realmente o pavor das maioria das futuras mamães. Mais há pontos muito importantes que devem ser observados como o peso inicial, a idade, o estilo de vida, pois depois do primeiro filho, passamos a ter em casa certas guloseimas que não tinhamos o hábito de ter, e com as famosas retenções de líquido. Procure uma nutricionista e venha com a sua médica sobre fazer uma drenagem, ajuda bastante a reduzir as retenções. Com relação a exercícios vc melhor do que ninguém sabe das vantagens da hidro. Mais não se assuste, tenho certeza que vc passará super bem por essa fase. Afinal, o nosso organismo responde diferente de uma gravidez pra outra. Eu na 1ª aos 21 anos engordei 36kg,já na 2ª aos 24 anos engordei 28kg e na 3ª somente 8kg, praticamente só o peso da Daniella já que a minha pequena nasceu com 51cm e 4kg200gr.
Vc é uma pessoa super esforçada e dedicada, curta a sua gravidez com a mente leve, tenho certeza que vc passará por essa fase sem grandes transtornos.
Depois dá uma passadinha lá no blog pra vc ver algumas fotos do book que fiz quando estava grávida da Daniella com 32 semanas.
Bjs, Quel

Jacqueline disse...

Olá meninas...acho muito interessante ver os comentérios das mamães experientes. Sou mamãe de 1ª viagem, tenho 24 anos e estou na 16ª semana. Engravidei com 55kg e não engordei praticamente nada ainda na balança, apesar de notar uma barriguinha saliente, rsrs. Tenho 1.68m de altura, sempre me senti melhor mais magra, sendo meu peso máximo que me sinto confortável 55 kg mesmo. Sempre fico lendo relatos, dicas na internet, pois me precocupo muito com o peso. Espero saber controlar e não engordar demais, pois magra minhas bochechas já são grandes, imagino com 10 kg a mais. Mas sei que o mais importante de td é mesmo a saúde. bjokas p tdas mamães e bebês.

katharina disse...

Estou na minha segunda gestação, na primeira eu engordei uns 11 quilos e a barriga demorou a aparecer, nesse segunda que teve mais ou menos 1 ano e 2 meses de diferença a barriga já cresceu muito rápido e eu sinto a minha coxa maior, como eu sempre fiz muito esporte eu escolhi ter logo dois filhos próximos para depois voltar com fôlego total, estou preparando todo um esquema para conseguir malhar... com certeza vai ser difícil mas vai valer muito a pena quero que minhas filhas tenham orgulho de mim. tenho dado algumas vaciladas na alimentação por que estou fora do Brasil de férias e aqui faz muito frio, então como fora de hora e exagero nos doces, mas também me mantenho muito ativa caminhando.Vou prestar mais atenção na minha dieta, de qualquer forma tenho esperanças que meu corpo fique legal depois dessa e posso dizer de pessoas que conheço que tiveram 3 seguidos no tempo que não rolava plástica e estão com um corpo realmente ótimo, mas são muito disciplinadas e perseverante. Se nós quisermos nós conseguimos!

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,