quarta-feira, setembro 08, 2010

Fazenda Ribeirão – Hotel de lazer

Eu levo uma vida super agitada, e tenho sentido um pouco de dificuldade de organizar as coisas e separar um tempo para curtir só a minha família. Sempre estamos rodeados de amigos, o que é ótimo, mas já fazia tempo que eu queria separar um tempo para dedicar só a nós.

Passei semanas pensando e escolhendo um lugar legal para passarmos o feriado. Liguei para várias amigas, naveguei na internet, conversei com o Fábio e depois de muita indecisão, finalmente elegi a Fazenda Ribeirão como o recanto da nossa família para este feriadão.

Ainda no trabalho, fiz uma lista completa com tudo que seria necessário durante os 4 dias de nossa estadia no hotel, incluí as roupas que queria levar para cada um de nós, itens de higiene e até coisas de cozinha, como papinhas para a Duda e biscoitinhos e suco de uva para o Guilherme. Cheguei em casa, na noite de quinta e arrumei tudo com o maior carinho dentro das malas. Adoro esta etapa de planejar e curtir uma viagem antes mesmo dela acontecer, acho que isso faz a minha expectativa crescer e o prazer da hora “H” se torna ainda maior.

Sexta, nós saímos do trabalho e antes que a noite caísse, já estávamos com o pé na estrada em direção ao tão esperado e merecido descanso. Apesar do cansativo engarrafamento que pairou sobre o Rio de Janeiro, chegamos ao hotel ainda em tempo de relaxar e curtir o delicioso jantar que nos esperava. Depois disso seguimos para o quarto que havíamos reservado, que era bem distante da sede do hotel, um pequeno probleminha, que foi facilmente resolvido na manhã seguinte, com uma conversa com a gerente Patrícia, que foi extremamente gentil em ouvir a minha reclamação e super atenciosa em imediatamente nos instalar melhor em uma das suítes do lago, a menos de 20 metros da piscina, do restaurante e do bar. Fica a minha dica para quem vai se hospedar na Fazenda Ribeirão e tem filhos pequenos, nem pense duas vezes, escolha os quartos próximos a piscina!

Nosso primeiro dia de curtição começou cedo, acordei antes das 8 da manhã, ansiosa em conhecer o pessoal da animação. Tomamos banho e nos arrumamos para seguir para o café da manhã, nos deliciamos rapidamente com todas as guloseimas tradicionais neste tipo de hotel e saímos com a turma da Alpha + para a primeira atividade, conhecer o curral e ordenhar a vaca. Seguimos cantarolando pela estrada em quanto caminhávamos em direção a parte baixa do hotel. Fábio seguiu mais a frente com o Guilherme, que ainda estava muito tímido para seguir sozinho, fazendo as coreografias e cantando as canções sugeridas pelas tias. Eu segui um pouco atrás, empurrando o carrinho da Duda, junto a uma carreata de mães em mesma situação.

Chegando ao Curral, os pequenos deram capim para os bezerros e depois fizeram fila para aprender a ordenhar a vaca. Uma graça a felicidade das crianças em conseguir tirar leite das tetas da bichinha! Guilherme, fofo como sempre, me perguntou “- Ele vai mamar no peitinho da mãezinha dele, que nem a Duda mama no seu peitinho mamãe?” eu respondi “-é sim filho, ele vai mamar no peitinho da mãezinha dele!” e imediatamente fui remedada por uma menina de uns 5 anos de idade “- Ela não tem peito tia, ela tem teta!” Falar o que para esta criança, meu Deus?! Morri de vergonha!

De lá seguimos para o Alambique da fazenda, lá os funcionários do hotel plantam a cana e produzem uma cachaça, que é vendida no local, tudo idealizado e feito bem de perto por um empresário paulista, dono da fazenda. Durante a visita ao alambique, são servidas frutas e queijos, que podem ser harmonizados com os diversos sabores de cachaça que são oferecidos para a degustação dos hóspedes. Para as crianças e para os não iniciados, é servido pastel de queijo e carne, além é claro de caldo de cana bem geladinho, só de contar para vocês já me deu água na boca!

Depois de toda esta caminhada, seguimos para a piscina do hotel, fomos aproveitar o Sol, que brilhava esplendoroso no céu para nos brindar e curtir uma merecida preguiça. Por sinal, esta foi à estréia de Dudinha no mundo das piscinas. Ela adorou e não reclamou da água gelada, linda a minha menina branquela! Depois, estendi algumas cangas e toalhas em uma sombrinha que estava dando sopa na grama do jardim e a deixei a pequena brincar de biquíni por ali com seus brinquedinhos, enquanto o irmão não se cansava de pulava na piscina. Neste dia optamos por almoçar na beira da piscina, sabia decisão a nossa!
DSC01569
DSC01824
DSC01571  DSC01572 DSC01753  DSC01764
DSC01519C DSC01524DSC01523  DSC01554DSC01553 DSC01555 DSC01563
DSC01536
A partir do meio dia e das seis da tarde, fica aberto o restaurante infantil, um lugar especial para receber os menorzinhos, onde é servida a comida que eles gostam (batata frita, arroz, feijão, macarrão, salada, legumes, gelatina e sorvete, entre outros sabores que seduzem os pequenos) e ainda passa Discovery Kids na TV! Tem coisa melhor para fazer as crianças rasparem o prato! Em frente ao restaurante infantil, ainda tem uma sala de estimulação, que na da mais é do que uma brinquedoteca, cheia de brinquedos educativos, livrinhos, televisão com DVD, tapetes e colchonetes. A brincadeira é supervisionada pela tia Márcia, que gentilmente ainda ficava com a Dudinha para que eu e Fábio pudéssemos comer com tranqüilidade. Para quem desejar, o hotel também disponibiliza o serviço de babá exclusiva, o preço é super convidativo e o serviço pode ser estendido até as 21h. Apesar disso, nos fins de semana eu ainda prefiro lamber a minha cria tempo integral e sozinha!

Na parte da tarde, as crianças brincaram de fazer massinha, não apenas brincando com as massinhas de modelar prontas, que existem no mercado, mas produziram a sua própria massinha de farinha e tinta junto com as tias Fabi e Aline. Guilherme adorou!

A animação da equipe da Alpha + é um dos pontos altos do hotel, Guilherme em pouco tempo já estava bem à vontade com as tias Fabi e Aline, se sentindo seguro de seguir nas brincadeiras sem a nossa companhia, o que nos surpreendeu positivamente. Ele ainda tem um pouco de dificuldade de socializar com o grupo de crianças, percebo que ele ainda precisa do meu estímulo para chegar a um amigo novo e fica mais fácil quando o grupo é menor.
DSC01789  DSC01547B
Enquanto os adultos jantam as crianças são convidadas a participar de uma brincadeira noturna, onde são separadas por idade, os maiores, com mais de cinco anos, brincam de brincadeira na linha do polícia e ladrão, enquanto os menores contam história, sentadinhos em uma roda e também recebem um visitante, que faz parte do contexto da história contada.
DSC01685 DSC01681 
Para fechar o dia, ainda tem música ao vivo no bar do deck. Como nosso quarto era muitíssimo próximo da sede, pudemos deixar Gui deitadinho vendo seus DVDs prediletos no quarto, enquanto nós bebíamos um delicioso vinho e namorávamos no bar. Senti muita falta foi da babá eletrônica, pois com ela poderíamos deixar Dudinha dormindo no berço enquanto fazíamos outras coisas ali por perto, até mesmo ficar no bar (50m do quarto), na nossa próxima viagem eu certamente vou me lembrar.

No dia seguinte, a frente fria entrou, mas entrou devagarzinho, sem prejudicar o nosso passeio. O Sol foi embora e a temperatura caiu bastante em relação ao primeiro dia, mas não choveu e o clima menos amistoso não nos impediu de continuar aproveitando ao máximo as atividades. Começamos a manhã visitando e alimentando os animais, Guilherme se assustou um pouco com o tamanho do bico do avestruz, que veio pegar um alface que estava na mão dele, não machucou, mas assuntou. Confesso que até eu fiquei com medo de esticar a mão para um bico daquele tamanho, ô bicho feio!!! Alimentamos coelhos, galinhas, patos e porquinhos. Também avistamos os enormes búfalos, mas estes, bem de longe!

De lá seguimos para um passeio até a “prainha”, parte do lago onde as crianças podem entrar na água e brincar com a argila que tem no fundo. As crianças foram para lá de barco ou pedalinho, eu segui a pé por uma trilha, empurrando o carrinho da Duda, ainda aproveitei para ir fotografando pelo caminho. Os adultos também foram convidados a passar a argila do lago na pele, mas eu não encarei a água fria e preferi ficar só de expectadora.
 DSC01574 DSC01577 DSC01578 DSC01580 DSC01587 DSC01598 DSC01603 DSC01613DSC01615DSC01611   DSC01616 DSC01621 DSC01623 DSC01627 DSC01629
Depois do almoço foi hora de um descanso em família e até eu que detesto dormir depois de tarde me rendi aos braços de Morfeu e dormi umas duas horinhas! Acordei já com a noite caindo e convenci a todos de nos deliciarmos no SPA, complexo do hotel onde são oferecidas massagens e banhos relaxantes, além de piscina aquecida e sauna. Dudinha ficou bem quietinha no carrinho, pois depois da piscina gelada do dia anterior acabou se resfriando. Fábio aproveitou a sauna quentinha para fazer uma coisa que adora, fazer a barba dentro da sauna! Pensa que homem também não gosta de se cuidar?

Final de noite com um rock delicioso no bar do deck, desta vez com Gui dormindo no carrinho e Duda dançando no colo a noite toda, por sinal ela ficou conhecida no hotel inteiro como a baladeira mor das instalações!

No terceiro dia, nossa manhã foi dedicada a conhecer a “Terra do Nunca” parte do hotel, normalmente utilizada por executivos em treinamento, para jogos cooperativos. Na verdade, nada mais é do que um pequeno circuito de arvorismo simples, utilizado pelas animadoras para brincar com as crianças. Guilherme se fartou e se destacou entre os maiores por seu equilíbrio e destreza neste tipo de atividade, o Tio Renato, animador dos adultos, veio inclusive falar comigo, me estimulando a incentivá-lo a fazer algum esporte como ginástica olímpica, Imagina o tamanho do orgulho da mãe que vos fala?!

Depois disso fomos conhecer as partes mais distantes do hotel em uma passeio de charrete em família, Guilherme e Dudinha não duraram nem os primeiros quinze minutos de passeio, a equação colinho de mãe mais balancinho da charrete, foi perfeita para resultar em um longo e gostoso cochilo.

À tarde as crianças foram para a oficina de culinária, onde prepararam os biscoitos dos lanche. Para os adultos, teve bingo e adivinha quem ganhou uma garrafa de cachaça da Fazenda Ribeirão? Eu!!! Adoro participar deste tipo de atividade, quando tenho a felicidade ganhar então, nem se fala!!!
 DSC01705 DSC01715 DSC01716 DSC01718DSC01721 DSC01719  DSC01722 DSC01723 DSC01726 DSC01727 DSC01732 DSC01744 DSC01767 DSC01772 DSC01775
Nesta noite o clima de despedida já começava a se abater sobre nós, muitas famílias já tinham ido embora e hotel já estava mais calmo. Depois da brincadeira noturna, conferimos uns vinte minutinhos de música ao vivo, desta vez no melhor estilo Zé Ramalho, e fomos para o quarto, assistir “Alvim e os esquilos” com a criançada e degustar, em família, a nossa última garrafa de vinho...

Tudo que é bom dura pouco e o nosso último dia de viagem chegou. Já era o momento de nos despedir dos bichinhos, de fazer as últimas brincadeiras e passeios pelo hotel. Neste dia, eu e Guilherme aproveitamos para fazer um longo passeio de barco pelo lago enquanto Fábio curtia a pequena Dudinha. Eu e Gui conversamos muito e gastamos quase um saco de ração alimentando as enormes carpas de mais de 70 centímetros que tem no lago. Delícia de passeio! O Sol mostrava os seu primeiros raios depois de dois dias desaparecido, só para nos deixar com mais vontade de ficar por ali mais tempo, mas era preciso voltar a nossa rotina.
DSC01829 DSC01831 DSC01845DSC01849DSC01847B 
Logo depois do almoço, terminamos de fechar as malas, acertamos as contas e tiramos as últimas fotos daquele lugar lindo. Entramos no carro e seguimos por aqueles quilômetros até a porteira de entrada da Fazenda Ribeirão tendo a certeza que vamos sentir saudade e sabendo que um dia vamos voltar, se Deus quiser!

assinatura lúcia

11 comentários:

Alethéa disse...

Nossa, que delícia! Que lindas fotos! Seus filhos estão lindos e grandes, parabéns!

Beijos!

Priscila disse...

Que delicia de lugar!! Com certez deixará saudades!! bjks

Priscila disse...

Lu,
Já comentei no Criative-se mas passei aqui pra comentar de novo.
Lindas fotos. Excelente post. O pessoal do hotel devia te dar 50% de desconto por uma descrição dessas.
Precisamos planejar alguma viagem pra novembro! Búzios, no mínimo!
Bjs.

Rosi disse...

Puxa, LU

Que post gostoso! Imagino como foi viver tudo isso!

As fotos estão cada vez melhores. Essas amigas da Beta Bernardo são terríveis, rssssss.

Bjs

Sybelle Alheiros disse...

Lú...
que feriadão maravilhoso...
deu vontade de ir... pena que estamos a muitos kms de distância.
fotos lindasssssss
filhos mais lindos ainda...
e vc está bela viu?
bjs

Diana disse...

Ola!!
O Gui é um fofo, mas a Duda esta cada dia mais linda e mais simpatica.
Beijos!!

Tatiana Bonotto Cake Designer disse...

Querida, seguidora e futura seguidora enfim amiga....estou passando aqui divulgar meu sorteio.
Estou sorteando um BOLO CENOGRAFICO infantil, gostaria que participasse ou se puder divulgue.

Agradeço desde já o carinho e atenção.

Bjs
www.tatidesignercake.blogspot.com

Marta disse...

Que lugar gostoso.. deve ter sido uma viagem muito gostosa! Tanta coisa para fazer e ver!
Seus filhotes estão fofos demais! Lnda família!
Beijocass

Anônimo disse...

Lúcia..que delícia de passeio.. e que fots lndas..Gui e Duda estao a cada dia mais lindos!!!
bjocas
Raquel cabreira

Vanessa Simonelli disse...

Que delícia de passseio Lúcia! Vou aproveitar a dica e ver se faço o mesmo em novembro, mê que meu maridão tá de férias!
Beijos!

The Wife of a Dairyman disse...

Seus filhos vão animar este blog, quando forem mais velhas. O que um blog fantástico que vai ter:) ~nancy